Boas Vindas!!

Sejam Bem Vindos!
Sua participação e opinião são importantes.
Estamos a sua disposição.

Recebemos sugestões e postagens pelo e-mail:
"sbrtiradentes@hotmail.com".

Telefone Contato: 055 - 996777091 (Ten Nunes)
Agenda SBR: 055-996408597 (Sgt Daltro)

domingo, 19 de fevereiro de 2012

BADERNEIROS INVADEM E DEPREDAM POSTO POLICIAL DA PRAIA

Ontem, no início da noite, após os policiais apreenderem a aparelhagem de som de um veículo que estava perturbando campistas na praia, baderneiros invadiram a área policial para resgatar o som. Conseguiram levar a frente destacável do som. Foi necessário reforço policial para garantir a segurança dos demais que estavam na praia. Inclusive foi acionado o Batalhão de Operações Especial de Santa Maria. Em dado momento o transformador de energia da praia explodiu, ficando tudo às escuras. Momento em que os baderneiros depredaram o posto policial com pedradas, quebrando algumas telhas de brasilit e danificando a viatura policial e o carro particular de um dos policias. Nesse momento um dos baderneiros investiu contra os policiais tendo sido dominado, preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia de São Francisco de Assis. Estiveram no local o Vice-prefeito, Ademar e o Secretário Paulo Gioda.Desde o início estava presente o Secretário Pingo tentando acalmar os Ânimos dos baderneiros, que em sua grande maioria eram assisenses, todos conhecidos, inclusive integrante da própria Prefeitura Municipal que administra o Camping. Posterior os baderneiros percebendo que não conseguiriam resgatar a aparelhagem de som, dispersaram. Todos aqueles, conhecidos e os que puderam ser identificados responderão criminalmente por suas ações.
Aguardem a intimação da Autoridade Judiciária.
O restante da noite e o Baile de Carnaval no Bar do Tita transcorreu sem maiores incidentes.
Lamentamos profundamente que Assisenses tenham tomado uma atitude extrema contra a nossa Brigada Militar, todos motivados pelo álcool, uma vez que após a dispersão a área em frente ao posto policial ficou tamada de latinhas vazias. Recebemos a manifestação de pessoas idôneas que acompanharam o evento há uma certa distância indignadas com a ação desses baderneiros.
Foi ouvido da boca de vários desses baderneiros que eles eram a maioria e tudo teria que ocorrer como eles queriam, pois é carnaval. No entendimento desses pobres de espírito todas as leis do país caíram por terra.
E eles passariam a legislar por sua própria vontade, "por serem maioria".
Pois é, eles esqueceram que são conhecidos, foram identificados. Agora a justiça prossegue seu curso...

Nenhum comentário: