Boas Vindas!!

Sejam Bem Vindos!
Sua participação e opinião são importantes.
Estamos a sua disposição.

Recebemos sugestões e postagens pelo e-mail:
"sbrtiradentes@hotmail.com".

Telefone Contato: 055 - 996777091 (Ten Nunes)
Agenda SBR: 055-996408597 (Sgt Daltro)

quinta-feira, 4 de abril de 2013

CÓDIGO DE POSTURAS DO MUNICÍPIO.


LEI  nº 22/2003

INSTITUI O CÓDIGO DE MEIO AMBIENTE E DE POSTURAS DO MUNICÍPIO DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

                                                                       Paulo Roberto Carvalho, Prefeito Municipal de São Francisco de Assis, Estado do Rio Grande do Sul,

                                                                       Faço saber que a Câmara de Vereadores aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei.
....................................................................................................................................................................................................................................................................................

CAPÍTULO  IX
DOS CUIDADOS COM ANIMAIS

                                                                       Art. 155 - É vedada a permanência de animais em vias e logradouros públicos.
                                                                       Art. 156 - Os animais soltos ou encontrados em vias e logradouros públicos serão recolhidos pela municipalidade e ficarão sob sua guarda.
                                                                       § 1º - O animal recolhido deve ser retirado no prazo máximo de 03 (três) dias, após a notificação, pelo município, mediante pagamento de multa e dos custos de manutenção respectiva.
                                                                       § 2º - O animal não retirado no prazo previsto será  vendido em hasta pública precedida de edital ou sacrificado quando recomendado por médico veterinário;
                                                                       § 3º - O disposto neste artigo não se aplica a cães e gatos.
                                                                       § 4º - Os animais domésticos são protegidos pelo que prescreve o Capítulo VI do Título II desta Lei.
                                                                       Art. 157 - Os cães e gatos encontrados em vias e logradouros públicos, desacompanhados de seus donos, estes serão notificados a recolher os animais.
                                                                       § 1º- O animal recolhido deverá ser retirado no prazo máximo de 03 (três) dias mediante pagamento de multa e dos custos de manutenção respectiva.
                                                                       § 2º - O animal não retirado no prazo previsto neste artigo será sacrificado ou encaminhado a instituição de pesquisa.
                                                                       § 3º - Os cães só poderão ser conduzidos nas vias e logradouros públicos, presos por corda ou correntes.
                                                                       Art. 158 - Os proprietários de cães ou gatos são obrigados a vaciná-los contra a raiva, em período designado pelo órgão de defesa sanitária.
                                                                       Parágrafo único - A existência de cães hidrófobos ou atacados de moléstias transmissíveis, deve ser comunicada imediatamente à autoridade sanitária do município, que determinará o sacrifício e incineração.
                                                                       Art. 159 - É proibida a engorda de porcos, e animais de grande porte na zona urbana.
                                                                       § 1°- é vedada a criação de insetos;
                                                                       § 2°- é vedada a instalação de aviários;      

........................................................................................................................................... Art. 274 - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogam-se as disposições em contrário.
                                                                       Gabinete do prefeito Municipal, em 6 de maio de 2003.


OBS.: De quem é a responsabilidade pela fiscalização? E providências?

2 comentários:

Anônimo disse...

§ 3º - O disposto neste artigo não se aplica a cães e gatos.

veja bem

SBR Tiradentes disse...

Perfeito, mas o § 3º refere-se tão somente ao Art. 156. No que tange ao recolhimento e guarda. Correto?