Boas Vindas!!

Sejam Bem Vindos!
Sua participação e opinião são importantes.
Estamos a sua disposição.

Recebemos sugestões e postagens pelo e-mail:
"sbrtiradentes@hotmail.com".

Telefone Contato: 055 - 996777091 (Ten Nunes)
Agenda SBR: 055-996408597 (Sgt Daltro)

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Cinto de Segurança. Você usa?

Deixar de usar o cinto de segurança ( condutor ou passageiro), Art 167, Infração Grave, Cinco Pontos na carteira. Assim diz o Código de Trânsito Brasileiro.

Vamos observar os condutores em nossas vias. Observe.
A maioria usa ou não usa?
Pasmem!
Não Usa!!
Se o órgão fiscalizador começar a multar todo mundo, com certeza dirão que:
- Deveriam estar fazendo outra coisa (Ouve-se muito isso). Ex.: Prendendo ladrões.
- Que deveriam ser feitas campanhas educativas primeiro e aí sim partir para a autuação.
- Alguns ainda acham que da vida deles, eles é que sabem. Correr o risco de machucarem-se, restarem com sequelas ou até mesmo perder a vida, é da sua conta apenas.
- E assim vai. Surgem vários entendimentos para a questão.

Analisemos:
1 – Deveriam estar fazendo outra coisa.
Se a preocupação com a vida, com o bem estar das pessoas, com sua condição física não é  prioritário, então o que é?
E prender, a polícia prende. Só que prisão é só em Flagrante Delito. Precisamos entender isso.
2- Campanhas educativas. Tudo que é educativo é bom, é relevante. Mas, me pergunto com todas as horas aula do CFC, com todas as notícias da mídia, internet e com ênfase ao Cinto de Segurança, o que mais é preciso?
3 – Quanto a própria escolha, assumir o risco. Pode até assumir o risco, mas não assume as consequências. Da onde sai o custo do atendimento de um evento de trânsito. Envolvimento policial, socorro, atendimento em hospitais, e por aí vai. A conta é bastante alta e o DPVAT não cobre tudo que é gasto, isto é, tem limites. Recai o restante, ou maior parte, ao SUS. Aí acaba prejudicando aqueles que precisam diariamente desse Sistema de Saúde, que não consegue dar um atendimento digno a população que não tem condições de pagar por um plano de saúde privado.
Então, me diga qual a sua desculpa por não usar o cinto de segurança.
- Acidentes só acontecem com os outros? Só os outros é quem vão quebrar a cara no para-brisa num impacto ou frenagem brusca?
- Eu ia parar logo ali.
- Etc.. etc.. etc...
Ponha a mão na consciência. De valor a sua vida, da sua esposa, filho, namorada, amigo, pai, mãe, seja lá quem for que estiver em seu carro.
Tu achas o cinto incômodo?
Não espere pra ver o que é mais incômodo que o uso do cinto.
Teu maior problema não é pagar o valor da multa de trânsito e sim para o resto da vida martirizar-se por saber que com o uso do cinto tudo seria diferente...
Use-o.
Apenas isso,

é simples...

Sgt Nunes.

2 comentários:

Roberto disse...

Muito interessante suas colocações Sgt Nunes, se realmente todos acatassem as determinações realmente , as coisas seriam bem diferentes, abraço.

Guilherme de Oliveira Lopes disse...

Parabéns pela postagem.

Cinto de segurança é um compromisso com a própria vida, primeira coisa que faço quando entro no carro.